Este artigo apresenta o produto de imagem de satélite da Agrosmart que tem o intuito de te ajudar no monitoramento da sua plantação e te auxiliar no momento da tomada de decisão.

Caso queira entender os benefícios, para que serve, e as propriedades das imagens de satélite, temos um outro artigo com esse conteúdo, clique aqui para acessá-lo.

Como acessar o produto?

O Agrosmart View é acessado pelo menu de produtos localizado no canto superior da plataforma.

Se você já estiver navegando no mapa ao clicar no botão do produto o menu flutuante dele se abre. Caso você esteja em outra página, você será redirecionado para o mapa.

Observação : Caso este botão não esteja aparecendo para você é porque você ainda não possui o produto.  Acesse a loja em - https://www.cultivointeligente.com.br/v4/o/1/store - e adquira o produto.
Agora se você já tiver adquirido nosso produto na loja ou através de um representante e o botão não estiver aparecendo, entre em contato com nosso suporte no ícone de chat na sua tela que investigaremos o problema.

Clicando no botão de produtos selecione a opção de “Imagens de Satélite” e aparecerá um local para selecionar uma área que sua organização possua. Não é possível utilizar o produto sem ter desenhado ou inserido uma área antes, então caso não tenha feito isso ainda, pare por aqui, e leia nosso artigo sobre cadastro de áreas  clicando aqui, será bem rápido!

Selecionando sua área, ele pedirá para que escolha entre três filtros: NDVI / Sentinel-2 (L2A) , NDVI / Sentinel-2 (L1C) , RGB / Sentinel-2.

O filtro RGB representa a imagem da mesma forma que o olho humano.

O filtro que utiliza o NDVI é gerado de um cálculo matemático que nos possibilita quantificar a intensidade da atividade de clorofila ou simplesmente a atividade fotossintética nas plantas. Temos um artigo que explica o NDVI detalhadamente, clique aqui para entender melhor como ele pode te ajudar no seu monitoramento.

A diferença entre eles é que o L2A possui uma correção atmosférica mais avançada (Sen2Cor) enquanto o L1C não, isso faz com o que o L2A retorne imagens com melhor qualidade. Porém o L2A só ficou disponível no Brasil a partir de Dezembro de 2018, ou seja, se você quiser visualizar imagens mais antigas terá que usar o L1C.

Ambos os filtros possuem uma resolução espacial de 10 m, em outras palavras, uma área de 1 ha terá 100 pontos (ou pixels) e cada pixel conterá um informação. Quanto maior for a área, mais informações serão possíveis de visualizar.

Escolha o filtro que desejar utilizar. Agora é necessário definir duas coisas. O período de busca por imagens e o filtro de nuvens.

Utilize o filtro de nuvens para limitar a quantidade de nuvens que devem estar nas suas imagens e selecione o período que gostaria de procurar por imagens.

Importante : O filtro de nuvens e a porcentagem apresentada em cada imagem são relacionadas a imagem gerada pela captura (foto) do satélite e que possui um grande tamanho de algumas dezenas de km². Então, principalmente se sua área for pequena, é possível que mesmo com uma porcentagem alta de nuvens sua área esteja com sol ou o contrário. 

No Brasil, a resolução temporal do satélite que fornece as imagens é de 5 dias, ou seja, se você deixar o filtro em 100%, terá uma imagem da sua área a cada 5 dias durante todo o período selecionado.

Encontrou sua resposta?