O que é uma estação meteorológica?

Uma estação meteorológica é um conjunto de instrumentos ou sensores que recolhem dados para análise do tempo meteorológico. Esses instrumentos/sensores são capazes de registrar a temperatura do ar, velocidade e direção do vento, umidade do ar, radiação solar, chuva, pressão atmosférica entre outras variáveis.

Existem dois tipos de estação meteorológica, as automáticas e as convencionais.

Estações automáticas: coleta de dados totalmente automatizada. Nesse tipo de estação os sensores emitem sinais elétricos, que são captados por um sistema de telemetria, possibilitando que o armazenamento e o processamento dos dados sejam informatizados. Algumas estações, como as da Agrosmart, permitem que estes dados sejam acompanhados em tempo real a distância, mesmo de localidades extremamente remotas.

Estações convencionais: exige a presença diária de uma pessoa para coletar os dados medidos. Elas se dividem em classes de acordo com a finalidade e o número de variáveis observadas.

  • Primeira classe: são aquelas que medem todos os elementos meteorológicos.

  • Segunda classe: não realizam as medidas de pressão atmosférica, radiação solar e vento.

  • Terceira classe: medem apenas a temperatura máxima, mínima e a chuva.

Quais são os requisitos para a instalação de uma estação meteorológica?

Para obter dados precisos e representativos de uma área é importante instalar a estação meteorológica em um local adequado, para realizar isso é necessário atender algumas exigências:

  • Local plano para evitar o acúmulo de água e longe de instalações elétricas.

  • Horizontes amplos, sem barreiras que impeçam a radiação solar ou mudem as características do vento. Para isso a distância recomendada entre a estação e o obstáculo é de pelo menos 10 vezes a altura deste.

  • Distantes de cursos d’água, lagos e banhados, evitando distúrbios na medição da umidade relativa do ar.

  • Solo gramado ou com vegetação rasteira para minimizar a influência dos diferentes tipos de textura de solo.

Que sensores possui uma estação meteorológica?

Devido a sua maior praticidade, atualmente a estação meteorológica automática é a mais utilizada e é o tipo de estação que a Agrosmart trabalha. Além disso, com o serviço da Agrosmart é possível verificar pela internet os dados em tempo real. As estações automáticas possuem 4 sensores essenciais: o anemômetro, piranômetro, o termohigrômetro (sensor de temperatura e umidade relativa do ar) e o pluviômetro.

Confira abaixo o que cada um faz:

Representatividade espacial das estações meteorológicas

Segundo a Organização Meteorológica Mundial (OMM ou WMO) (2010). A área representativa de uma estação meteorológica por abranger um raio de até 100 kms ao seu redor. No entanto, isso ocorre apenas em situações ideais; isto é, regiões planas, sem orografia acentuada, sem grandes corpos d'água e sem diferenças significativas de vegetação. Em regiões que a orografia é bastante irregular, o raio de representatividade das estações meteorológicas cai para 10 a 25 kms (Nunes, 2004).

Além disso, nem toda variável possui a mesma representatividade espacial. Por exemplo, a precipitação é um variável discreta e portanto também é espacialmente bastante irregular.

Na Agrosmart a representatividade da estação meteorológica sugerida é de 25 kms, no entanto recomenda-se instalar pluviômetros extras quando a medida de chuva localizada for uma necessidade importante.

Quer conhecer um pouco mais sobre estações meteorológicas ou tem interesse em comprar uma?

Fale conosco através do chat no canto inferior esquerdo ou entrar em contato com nossa equipe de vendas em comercial@agrosmart.com.br

Encontrou sua resposta?