O que é um sensor de solo?

Um sensor de solo é a maneira comumente utilizada para nomear um sensor que mede uma grandeza física e que é instalado no solo para monitorar o comportamento deste. 

Os sensores de solo servem para diversos propósitos em diversos setores. Dentre aplicações possíveis, citamos o monitoramento de barragens e encostas, construção civil e agricultura.

Na agricultura as grandezas físicas do solo mais comumente monitoradas são tensão, umidade e temperatura. Se tiver interesse de se aprofundar no tema, temos um artigo bem interessante sobre a tensão e umidade do solo. Você pode conferir neste artigo.

Assim como para estações meteorológicas e pluviômetros, tem-se sensores utilizados no solo que podem ter suas medições realizadas manualmente ou por sistemas que permitem o envio automático dos dados.

Sensores de solo automáticos: coleta de dados totalmente automatizada. Os sensores emitem sinais elétricos, que são captados por um sistema de telemetria, possibilitando que o armazenamento e o processamento dos dados sejam informatizados. Algumas empresas, como a Agrosmart, permitem que estes dados sejam acompanhados em tempo real a distância, mesmo de localidades extremamente remotas, sem a necessidade de 3G, 4G ou qualquer sinal de celular.

Sensores de solo convencionais: exige a presença diária de uma pessoa para coletar os dados medidos. O mais famoso dos sensores de solos convencionais é o tensiômetro.

Quais os requisitos para instalação de um sensor de solo?

É preciso que a instalação dos sensores seja realizada de maneira adequada e cuidadosa por profissionais com experiência e bem treinados de acordo com cada tipo e modelo de sensor. Danificar as partes sensíveis do sensor pode prejudicar seu funcionamento antes mesmo de ativá-lo.

Para a leitura adequada, é preciso que os sensores sejam instalados de acordo com a especificidade de cada projeto. Fatores como profundidade, tipo de sensor e o local de instalação dependem de muito estudo. Conhecimento do tipo de solo, tipo de irrigação, objetivo pretendido, presença de compactação, relevo, histórico de produtividade e outros fatores são importantíssimos para este processo. 

Quantos sensores eu preciso instalar?

A quantidade de sensores depende do objetivo pretendido e de uma avaliação do solo da propriedade. 

Para áreas irrigadas, uma grande dica é utilizar as próprias unidades de área da propriedade  (talhões, glebas, setores) para ter uma ideia do número de pontos de monitoramento que serão necessários, uma vez que cada uma dessas áreas poderá ser irrigada forma diferenciada. 

Para objetivos específicos ou áreas de sequeiro um estudo mais aprofundado é necessário.

Quer conhecer um pouco mais sobre os sensores de solo ou tem interesse em comprá-los para usar em sua propriedade?

Fale conosco através do chat no canto inferior esquerdo ou entre em contato com nossa equipe de vendas em comercial@agrosmart.com.br

A Agrosmart conta com uma equipe extremamente qualificada de engenheiros agrônomos e  meteorologistas e possui algoritmos que ajudam a definir as melhores áreas para instalação de sensores. O resultado é a instalação em áreas de manejo representativas do cliente, gerando recomendações de irrigação coerentes e eficiência no uso de recursos.

Nós somos pioneiros em diversas tecnologias de Agricultura no Brasil, realizamos instalação de sensores há mais de cinco anos e temos vasta experiência em diferentes tipos de solo. A Agrosmart já realizou milhares de instalação de sensores em todas as regiões do Brasil, em Israel, Estados Unidos e outros países da América Latina. 

Encontrou sua resposta?