A Agrosmart adota por padrão a metodologia abaixo para confecção de relatórios de Avaliação de Previsão do Tempo.

Tabela de Contingência

A avaliação é realizada com base em uma Tabela de Contingência (Tabela 1).

Esta é uma tabela fácil de entender e simples de construir, cujo objetivo é definir o número de vezes na qual determinado evento foi previsto ou não de acordo com o observado. Ela possui a seguinte forma:

Tabela 1: forma padrão da tabela de contingência.

Assim, de acordo com a tabela acima: “a” corresponde a quantidade de eventos previsto e que ocorreram, positivo verdadeiro; “b” ao número de eventos previstos, mas que não ocorreram, falso positivo; “c” ao número de eventos que ocorreram, mas que não foram previstos, falso negativo; e “d” ao número de eventos que não foram previstos e não ocorreram, negativo verdadeiro.

Para cada relatório é comparado um ponto de previsão de interesse (eventos previstos) com a estação meteorológica mais próxima (eventos observados).

Métricas Agrosmart

A partir destes quatro parâmetros (“a”, “b”, “c” e “d”), é possível calcular as seguintes métricas:

Tabela 2: Métricas

Definição do Evento

A definição de um evento previsto de precipitação pode ser considerado de diversas formas, de acordo com os objetivos da análise. Se no relatório de uma análise não houver menção a definição do evento previsto de precipitação, a Agrosmart adotou o padrão. Um evento previsto de precipitação padrão foi previsto se:

  • a sua probabilidade for maior do que 50%; e

  • se o acumulado para o dia for igual ou superior a 2,5mm.

Caso alguma destas condições não seja cumprida, o evento passa a ser considerado como não previsto.

De forma similar, um evento observado de precipitação padrão de fato ocorreu caso o acumulado em um dia registrado pela estação meteorológica for igual ou superior a 2,5mm.

Como analisar o resultado

Para explicarmos como devemos interpretar os resultados, apresentamos o seguinte exemplo:

"Para um determinada ponto de previsão, foi realizado um estudo durante 90 dias. Neste estudo, buscava avaliar a "previsão para amanhã" (D+1) em relação ao observado considerando a metodologia padrão da Agrosmart."


Portanto teremos 90 eventos que serão distribuídos na tabela de contingência. O resultado hipotético é apresentado abaixo:

Tabela 3: Exemplo de Resultado apresentado em Tabela de Convergência

Com estes dados é possível calcular as métricas da Agrosmart.

Tabela 4: Exemplo de Resultado

Com bases nestes números, podemos olhar para o futuro e estimar como a assertividade da previsão deverá ser:

  • Considerando 100 próximos dias, em aproximadamente 87 destes dias a Agrosmart irá acertar a previsão.

  • 9 em cada 10 eventos de chuvas que ocorrerem a Agrosmart provavelmente irá acertar a previsão.

Considerações Importantes

A modelagem atmosférica é um procedimento altamente complexo, ela depende de inúmeros fatores e basta uma simples alteração em um destes para o resultado da simulação ser completamente diferente do esperado. Existem diferentes sistemas meteorológicos atuando no Brasil e no mundo, em diferentes épocas do ano e com características espaciais e temporais diferentes, portanto é natural que a assertividade da previsão do tempo varie ao longo do ano.

Nenhum modelo é considerado como uma representação fiel da atmosfera e nenhuma previsão irá acertar em todas as ocasiões. A Agrosmart trabalha ativamente, com uma equipe de meteorologistas e agrônomos altamente qualificados, para melhorar constantemente a qualidade das previsões sempre buscando entregar o máximo de valor para nossos clientes.

Encontrou sua resposta?